Sobre televisão


Você sabe aquele hábito de deixar a televisão ligada para ver o que está passando ou para fazer companhia quando se está sozinho? Eu NUNCA faço isso. Só ligo a televisão por um propósito bem definido, como assistir o jogo X ou um filme y. Se não sei o que vai passar, eu nem ligo.

Quase todos os meus amigos passam horas falando sobre os valores distorcidos que são passados pela televisão e etc, mas normalmente quando vou na casa deles constato que a televisão está ligada! Por que? Pergunto. Normalmente a resposta está ligado ao puro hábito.

Outra coisa que reparo, tem televisão em todos os quartos; e na cozinha. Alguns sonham com a televisão no banheiro! Não sei porque mas a televisão virou uma espécie de item de conforto individual, mais até, um item de cômodo. Tomadas, lâmpadas e televisão. Façam suas contas, verifiquem quantas pessoas moram na sua casa e quantas televisões existem, pode se surpreender.

Na minha casa tínhamos dois aparelhos. Um na sala, para todos, e um no quarto do meu filho mais velho. O que nunca me deixou plenamente satisfeito. Na verdade, essa televisão veio da época do meu casamento, é de tubo ainda. Foi doada agora na mudança e não pretendo repô-la. Ficará apenas a televisão da sala. E quando quiserem ver progamas diferentes? Negociação. Faz bem para a família aprender a ceder e argumentar. Ninguém vai morrer por causa disso.

Televisão no meu quarto? NEM PENSAR! No início foi minha esposa que colocou a proibição e estava muito certa. O resultado é que assistimos muito pouca televisão. Normalmente minha filha menor assiste alguns dvds infantis, quando muito o programa do Mickey na televisão, meu filho gosta de ver alguns seriados, filmes e esportes e eu praticamente só ligo para assistir algum evento esportivo. Ah, minha esposa gosta de ver ocasionalmente programas de animais ou de saúde no Discovery. Só.

Para ter uma idéia, hoje me incomoda estar em um ambiente onde a televisão fica ligado o dia inteiro. Procuro logo meu ipod ou me mando para outro ambiente da casa. Já viajei a trabalho e dividi o quarto com diversos colegas. Normalmente a primeira coisa que fazem ao acordar ou entrar no quarto do hotel é ligar a televisão. Um hábito que não tenho. Ligar a televisão nunca é a primeira coisa que faço pela manhã e nem desligar a última antes de dormir.

Por fim quero deixar claro que não me acho melhor do que ninguém por causa disso. Cada um tem que tocar sua própria vida e procurar seus caminhos. No meu dia a dia a televisão tem cada vez menos espaço pois tenho coisas que considero mais importantes e preciosas para fazer. E para preencher o ambiente, prefiro uma boa música. Aliás, saber que toda vez que ligo uma televisão estou deixando de escutar música ou me concentrar em um bom livro já é o suficiente para deixá-la de lado.


u© MARCOS JUNIOR 2013